domingo, 13 de agosto de 2006

"Ensaio sobre a Timidez"
Clique na imagem e ela aumentará em outra tela. Depois, deixe o cursor em cima da imagem e clique no bloco que aparecerá no canto inferior direito...agora sim, este é o tamanho original dela.





Uma canção, "Angeles" (Elliott Smith).

18 comentários:

Rafael Rosa disse...

Muito bom cara! A timidez é um mal que aflige muitos mesmo. Já vivi muitas situações parecidas (e muitas não tiveram um final legal como esse)...

André Tsuchiya disse...

siniff... sniff... porra joe, assim tu me fazes chorar. Todos os tímidos do mundo agradecem por esse teu ensaio, ele é a luz no fim do túnel!!!!! Abraços meu!!!!!
p.s.: tava pensando no site, ele podia conter tranqueiras japas que o povo daí não conhece!!!!!!!! tem uma banda bem legal chamada mongol 800, já ouviste falar????

Jéssica disse...

Porra Paulo, tava indo tão bem!
"hálito de cupuçu"???
NInguém merece essas referências regionais.
mas mesmo assim continuo te amando.
bjs,
Jéssica

Anónimo disse...

Perae, Paulo. Pode ser licença poética, mas "ela já era dona de três dos meus quatro sentidos"?????

Égua, não são cinco (paladar, olfato, audição, visão e tato)?

Eu heim! Hahahahaha.

paulo nazareno disse...

Que licença poética o que, é doidice mesmo! Confundi sentidos com elementos da natureza! :P... gracias pelo ajuda anônimo. :)

fernanda disse...

Hálito de cupuaçu é uma constante no teu ideário de beleza feminina, hein????? Quero saber quando vão inventar as pastas de dente com sabores regionais.

Luana D'Antona disse...

Nossa Diou.. gostei desse tom de romantismo, timidez...acho que foi o primeiro texto teu nesse estilo que li!! A tua definição de timidez na última frase está perfeita!!
Ahh, deve ter sido maravilhoso mesmo esse beijo, afinal, cupuaçu é uma fruta deliciosa!!rsrs
Besos!!!

André Tsuchiya disse...

será que aqui ninguém já beijou alguém que acabou de tomar um suco de cupuaçu???? nesse caso deve ter sido batida de cupuaçu kkkkkkkkkkkkkkkk

paulo nazareno disse...

A verdade é que a fruta não está lá para ser uma referência regional ou algo parecido. Eu realmente conheço pelo menos dois caras que beijaram uma mulher que tinha gosto de cupuaçu...e elas não estavam nem tomando suco de cupuaçu, nem batida de cupuaçu, nem comiam bombons de chocolate recheado de cupuaçu e nem estavam próximas de um cupuzeiro. Eu juro que é verdade. Ninguém pensou na possibilidade de que pode ser uma raça de mulheres? Uma hora alguém entra aqui confirma o que estou falando. :)

Anónimo disse...

Rapá, beijei uma mulher que tinha gosto de jaca e outra de biribá. Mas, agora vou andar pelas feiras ou nas apresentações do Bobagem 32 procurando uma com gosto de cupu (sem trocadilhos...). Deve ser bacana.

P.S.: Já estão pensando que o senhor é o novo nilson chato. Mas, que povo mais maledicente.

Adriano Mello Costa disse...

Meu caro...
Um ensaio epico sem duvida, muito bom...Os timidos estao de pe agradecendo...
Um dos melhores seus (pelo menos que por aqui...)
Abraços
:))

Xus disse...

nossa, a discussão sobre ter ou não ter gosto de cupuaçu subverteu as discussões fractais sobre o conteúdo paradigmático frankfurtiano do ensaio!!!

muito bacana, paulinho.
bjs!

Anónimo disse...

Poxa Joe,

As vezes penso que tu és um dos poucos caras nesse mundo que ainda conseguem traduzir a minha língua língua. A língua dos ETES rrsss.
Joe, eu nunca vou me afastar de ti...

Beijos da Elis Gusmão

Anónimo disse...

Poxa Joe,

As vezes penso que tu és um dos poucos caras nesse mundo que ainda conseguem traduzir a minha língua língua. A língua dos ETES rrsss.
Joe, eu nunca vou me afastar de ti...

Beijos da Elis Gusmão

Walber disse...

Até lendo teus devaneios me deparo com regionalismos paulo?? Porra...
só pq eu faço o É do Pará??!!! peralá!!! Bora comer pizza porra???

Paulo disse...

E no final de tudo, ainda ficou errado. O correto é "quatro dos meus cinco sentidos"...

Anónimo disse...

Beijo com gosto de cupuaçu, deve ser horrível, porque a fruta é muito enjoativa! Seria essa a impressão que tiveram?

Alfredo

Esfinge de Giz disse...

Nem vou entrar em detalhes, mas gostei desse.

:)