sábado, 15 de abril de 2006

A TV nossa de cada dia





Uma canção, “Citizen Erased” (Muse).

2 comentários:

Laura disse...

gostei das suas últimas incursões no blog. e ainda preciso assistir "Hostel". violência não só é pungente, quanto necessária, nos dias atuais. e que venha o filme, com bastante
beijinhos

Sepúlveda Gerardo disse...

Ora, ora, Laura. Me ressinto ainda que me confundam com mestre Nazareno. Não pela comparação, até porque não há como nos comparar. Já afirmei inclusive que estou longe de sua verve incendiária, seu humor preciso, se cabelo de menina que desistiu do pente. Meu ressentimento é porque não sou um de seus heterônimos virtuais! Estou-me aqui, sim! De verdade! Quer dizer, mais ou menos de verdade! Ainda sim, não sou Paulo! Enfim, há controvérsias em tudo!

De qualquer forma, cordialidades, minha cara!
Obrigado por nos ler!